Home » Blog » Ambivalência

Ambivalência

O entrevistador motivacional sempre inicia seu trabalho com a prospecção da ambivalência, sendo essa definida pela pessoa e não pelo profissional. Exemplo: um dependente de maconha que não visualiza problemas com o uso da substância, mas aceita trabalhar seus problemas de relacionamento familiar, por exemplo. A postura do entrevistador é a de iniciar pelas possibilidades que a pessoa permite e ao desenvolver uma conversa colaborativa, onde ambos constroem em parceria, o foco da intervenção.
Como definição, a ambivalência é um estado mental no qual a pessoa tem sentimentos coexistentes e conflitantes a respeito de alguma coisa. Este conflito parece ter um potencial especial para manter as pessoas aprisionadas, criando um grande estresse, procrastinação e adoecimento. As dificuldades com a ambivalência em relação à mudança são inerentes a natureza do ser humano. Levar em conta essa condição, sem julgamentos de valor e sim, com uma compreensão ampla de pros e contras da mudança é um passo fundamental para a mudança de comportamento.
Um profissional que escuta uma manifestação comum de ambivalência do tipo “eu quero parar de beber, mas não consigo deixar de tomar uma cerveja com os amigos”, ao invés de julgar como algo errado, anormal, inaceitável e como sinal de pouco motivação, poderá levar em conta essa ambivalência como esperada, aceitável e compreensível e a partir daí levantar informações significativas para serem usadas no processo de mudança.
É importante salientar que trabalhar com a ambivalência é trabalhar com a essência do problema, com as reais motivações que  levarão a pessoa a manter ou mudar o comportamento. Levando em conta que a motivação é percebida como um estado de prontidão que pode oscilar com o tempo e sofrer influência das relações interpessoais, caberá ao profissional evocar, extrair ou mesmo eliciar os motivos, as razões, os desejos da pessoa para mudar, auxiliando assim a ressignificação da mudança em si.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

1 × 4 =