Home » Blog » Avaliação da prontidão para mudança no consumo alcoólico e sexo seguro pela Escala de Disposição

Avaliação da prontidão para mudança no consumo alcoólico e sexo seguro pela Escala de Disposição

Como parte de um estudo de intervenção, os autores levantaram a hipótese de que os parâmetros de mudança para avaliar consumo alcoólico e sexo seguro seriam equivalentes a questionários mais longos. Noventa e seis estudantes universitários do sexo masculino preencheram réguas de prontidão e questionários para avaliar a prontidão para mudança destes comportamentos. As pontuações dos participantes nas réguas correlacionaram-se significativamente com suas pontuações nos questionários (r = 0,77 para álcool; r = 0,77 para sexo seguro). Em ambos os domínios, as réguas superaram os questionários na previsão de intenções comportamentais, sugerindo que as réguas tinham pelo menos validade de critério concorrente comparável. Essa descoberta é a primeira desse tipo na literatura sobre sexo seguro e sugere que avaliações rápidas de prontidão para mudar são possíveis. Como as réguas ou escalas de disposição são uma medida contínua, os resultados são consistentes com a ideia de que o processo de mudança é contínuo e não uma série de etapas discretas.

Referência:

LaBrie, J. W., Quinlan, T., Schiffman, J. E., & Earleywine, M. E. (2005). Performance of alcohol and safer sex change rulers compared with readiness to change questionnaires. Psychology of Addictive Behavior, 19, 112-115

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

20 − 12 =