Home » Blog » Síndrome de Dependência de Substância.

Síndrome de Dependência de Substância.

 

frase 16-02-16 beber

O conceito de síndrome é utilizado na medicina para designar um agrupamento de sinais e sintomas. Nem todos os elementos estão presentes em todos os casos, mas o quadro deve ser suficientemente regular e coerente para permitir seu reconhecimento clínico e a distinção entre síndrome e não síndrome.

 

A seguir são citados os Critérios para Dependência de Substâncias (adaptados da seção destinada aos transtornos para o uso de álcool do DSM-V). É necessário visualizar um padrão de uso disfuncional de uma substância, que leve a um comprometimento ou desconforto clinicamente significativo, no período de 12 meses consecutivos:

 

1.        A substância é frequentemente consumida em grandes quantidades ou por um período maior do que o pretendido.

2.        Há um desejo persistente ou esforços mal sucedidos para interromper ou controlar o uso

3.        Uma grande parte do tempo é gasta em atividades necessárias para obter a substância, usá-la ou recuperar-se de seus efeitos.

4.        Presença de “fissura” ou um forte desejo ou urgência em relação ao uso da substância

5.        Uso recorrente da substância resultando na falha no cumprimento de obrigações importantes no trabalho, na escola ou no lar.

6.        Uso contínuo da substância apesar de problemas interpessoais ou sociais, causados ou exacerbados por conta do uso da substância.

7.        Atividades sociais, ocupacionais ou recreacionais importantes são abandonadas ou reduzidas em função do uso da substância.

8.        Uso recorrente da substância em situações onde há prejuízo físico

9.        A substância é continuamente utilizada apesar do conhecimento da existência de problemas físicos ou psicológicos recorrentes ou persistentes, que são causados ou exacerbados pelo uso da substância.

10.     Tolerância, definida por qualquer dos seguintes critérios:

a.        Um desejo por quantidades marcadamente maiores para que a intoxicação se manifeste ou para a obtenção dos efeitos desejados

b.        Uma diminuição clara dos efeitos observados ainda que se use a mesma quantidade da substância

 

11.     Síndrome de abstinência, manifestada por qualquer dos seguintes aspectos:

a.        Síndrome de abstinência característica da substância

b.    A mesma substância (ou outra bastante parecida) é utilizada para aliviar ou evitar os sintomas de abstinência

 

 

A gravidade do quadro dependerá de quantos dos 11 critérios-sintomas (para determinadas substâncias) são atendidos, conforme segue:

  1. Presença de 2 a 3 sintomas: transtorno leve
  2. Presença de 4 a 5 sintomas: transtorno moderado
  3. Presença de 6 ou mais sintomas: transtorno grave

 

 

Referências :

Critérios do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais V (DSM-V, Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders V).

 

Figlie, NB; Selma, B; Laranjeira, R. Aconselhamento em Dependência Química (2015) 3ª edição São Paulo: Grupo GEN.