Home » Blog » A escolha é sua: e quanto à maconha? Diário ajuda os clientes a reavaliar seu uso

A escolha é sua: e quanto à maconha? Diário ajuda os clientes a reavaliar seu uso

E a maconha? É uma questão na mente de usuários e profissionais. Em um extremo está a ideia de que a cannabis é uma droga inofensiva, muito menos perigosa do que o tabaco ou o álcool. No outro extremo está uma perspectiva de tolerância zero – nenhum uso de qualquer droga psicoativa é aceitável. Muitas pessoas estão em algum lugar no meio destes dois polos.

As atitudes públicas sobre a maconha estão mudando rapidamente. À medida que alguns países legalizam o uso médico ou recreativo, as opiniões sobre a cannabis se tornam mais semelhantes às do álcool e do tabaco.

Então, o que dizemos aos nossos clientes? Essa é a pergunta que o Dr Miller e colegas tinham em mente ao desenvolver o Diário Interativo E sobre a maconha? como um recurso clínico. Este material não é uma ferramenta de prevenção universal, mas foi elaborado especificamente para ser ministrado a usuários que  estejam usando cannabis , muitas vezes em combinação com outras drogas. Pode ser usado como uma intervenção independente ou discutido como parte do aconselhamento individual ou grupal.

Este diário interativo foi desenvolvido a partir de uma perspectiva de entrevista motivacional, convidando os clientes a dar uma olhada honesta em seu próprio uso de maconha e a tomar suas próprias decisões. Na verdade, essa liberdade de escolha não pode ser retirada. Dizer às pessoas “você não pode” é tão ineficaz quanto punição ou táticas de intimidação. É melhor dizer a verdade e reconhecer que as pessoas vão decidir por si mesmas.

Então, qual é a verdade sobre a maconha? Há um grande e crescente corpo de literatura de pesquisa que, sem surpresa, oferece resultados mistos. Este diário oferece uma avaliação justa e ajuda os clientes a pesar suas próprias motivações atuais para o uso em comparação com os potenciais riscos. Contém uma autoavaliação com feedback individual, sendo que os clientes podem comparar sua própria experiência com os critérios diagnósticos do transtorno por uso de substâncias. Tem uma seção de riscos potenciais baseada em evidências cientificas, sobre os efeitos do uso de maconha na saúde física, cérebro, sono, direção de veículos de transporte, relacionamentos, motivação e saúde mental. 

Em uma seção final, os leitores que avaliam sua importância e confiança para a mudança, oferecendo um menu de estratégias de automudança para escolha. Os leitores são convidados a considerar os efeitos positivos que esperavam experimentar com a maconha – e a explorar caminhos livres de drogas ou “novos caminhos” como alternativas.

No final das contas, as escolhas dos clientes são deles. Este diário é um recurso honesto para a ciência, construído em um método clínico baseado em evidências para ajudar as pessoas a fazerem escolhas saudáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

um + 4 =