Home » Blog » O uso do confronto no tratamento da dependência: História, ciência e época de mudança.

O uso do confronto no tratamento da dependência: História, ciência e época de mudança.

 

 

Recomendo essa leitura !!

 

O uso do confronto no tratamento da dependência: História, ciência e época de mudança

 

The Use of Confrontation in Addiction Treatment

History, Science, and Time for Change

 

A utilização de estratégias de confronto no aconselhamento individual, grupal e familiar no tratamento do  abuso de substâncias surgiu através de uma confluência de fatores culturais na história dos E.U.A., originado do desenvolvimento de métodos para avaliar com confiabilidade os efeitos no tratamento. Originalmente praticado dentro de comunidades terapêuticas, abordagens de confrontação logo se estenderam a relacionamentos profissionais baseados em autoridade, onde o potencial de abuso e dano aumentava muito. Quatro décadas de pesquisa falharam em produzir um único ensaio clínico que mostrasse a eficácia do aconselhamento baseado no confronto, enquanto um número crescente de efeitos prejudiciais, particularmente para populações mais vulneráveis surgiu. Existem agora numerosas alternativas baseadas em evidências para o aconselhamento de confronto, e estudos clínicos mostram que conselheiros de abuso de substâncias mais eficazes são aqueles que atuam com um estilo empático de apoio. É hora de aceitar que as duras práticas de confronto do passado são geralmente ineficazes, potencialmente prejudiciais e profissionalmente inadequadas.

 

Referência:

White, W. & Miller, W. (2007). The use of confrontation in addiction treatment: History, science and time for change. Counselor, 8(4), 12-30.